20/11/2019 06:19
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Dinis

  • Trilionário
  • *****
  • 33746 Mensagens
#1   
Os hotéis nacionais registaram mais hóspedes e mais dormidas em Agosto deste ano do que no mesmo mês do ano passado. A variação foi mais positiva do que no mês anterior. Os proveitos cresceram a um ritmo mais lento.
Agosto foi um mês positivo para o turismo e, apesar de os portugueses terem dado um contributo positivo, a força foi marginal. O crescimento das dormidas de estrangeiros é o que dá suporte à hotelaria nacional. 



 
O número de dormidas em estabelecimentos hoteleiros portugueses por residentes de países estrangeiros aumentou 8,5% em Agosto, totalizando 4.102 milhões de dormidas. O valor está em linha com o crescimento acumulado desde o início do ano, cuja taxa se fixa em 7,9%, de acordo com o destaque da actividade turística publicado esta segunda-feira, 14 de Outubro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
 
Os residentes fora do território nacional significaram, em Agosto, 64% das dormidas globais, que se fixaram em 6.392 milhões. Desde Janeiro, as dormidas apresentam uma variação positiva de 4,9% em relação ao ano passado (5,4% em Agosto).
 
A diferença entre as variações de dormidas totais e dormidas de residentes no estrangeiro deve-se ao facto de o contributo dos nacionais ter sido negativo nos primeiros oito meses do ano (-1,6). Apesar disso, em Agosto, o valor mensal foi positivo. Registou-se um crescimento de 0,3% das dormidas de portugueses nos hotéis nacionais. Em Julho, a taxa tinha sido negativa (1,3%).
 
Segundo o INE, o número de hóspedes também aumentou em Agosto, neste caso 6% (3,8% em termos acumulados). “A evolução homóloga dos proveitos foi também positiva em Agosto: 4,6% para os proveitos totais e 5,8% para os de aposento [apenas dormidas, sem contar com restauração], valores no entanto ligeiramente inferiores aos registados no mês precedente (6,7% e 7,3%)”, aponta o destaque do serviço de estatísticas.